Se tentam destruir-me zombando da minha fé
E até tramam contra mim
Querem entulhar meus poços
Querem frustrar meus sonhos e me fazer desistir
Mas quem vai apagar, o selo que há em mim
A marca da promessa, que Ele me fez
E quem vai me impedir, se decidido estou,
Pois quem me prometeu é fiel pra cumprir
O meu Deus nunca falhará, eu sei que chegará minha vez
Minha sorte Ele mudará, diante dos meus olhos
Prepara-me uma mesa na presença dos meus inimigos
Unge minha cabeça e o meu cálice faz transbordar
Mas quem vai apagar o selo que há em mim
A marca da promessa, que Ele me fez
E quem vai me impedir se decidido estou,
Pois quem me prometeu é fiel pra cumprir

Muitas vezes eu e você se vê em situações, em que as pessoas tentam te jogar para baixo. Tudo o que faz é criticado, nada tem valor, ou simplesmente é muito pouco.
Existem mesmo nesse mundo, os roubadores de alegria, pessoas que não ficam felizes com a felicidade alheia e tentam a todo custo, ofuscar a luz que irradia dentro daqueles que são escolhidos.
Você é escolhido de Deus para desempenhar um ministério aqui na terra, sua vinda para cá não é em vão. Deus te escolheu para coisas grandes, para reinar, para brilhar em meio à escuridão.
Quantas vezes você sentiu que estava fazendo algo de importante para Deus, importante para o próximo, e isso te satisfez, e você pensou: ” Foi pra isso que eu nasci”
Esse é o seu papel, o seu dom, o seu ministério…….Talvez, já tenha passado muito tempo que você sentiu isso, talvez tenha deixado de lado aquilo que alegrava o seu coração e te fazia sentir útil.
Eu quero te pedir, faça aquilo que te vier à mão para ser feito.
Faça aquilo que alegra o seu coração e te faz sentir gigante.
Faça aquilo que Deus te capacitou pra fazer!
Você tem a marca da promessa……que e Ele te deu! Ninguém pode te apagar!
Que Deus abençoe nossas vidas e nos capacite a cada instante.
Abraços 

A LIÇÃO DA BORBOLETA
Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo.
Um homem sentou e observou a borboleta por várias horas, conforme 
ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através 
daquele pequeno buraco.
Então pareceu que ela havia parado de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais.
O homem decidiu ajudar a borboleta: ele pegou uma tesoura e cortou o
restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente. Mas seu corpo 
estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas.
O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo que iria se afirmar com o tempo. 
Nada aconteceu!
Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar.
O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura era o modo com que Deus fazia com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas, de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.
Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vidas. Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, ele nos deixaria aleijados. Nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido. Nunca poderíamos alçar vôo.
Eu pedi forças...
e Deus deu-me dificuldades para fazer-me forte.
Eu pedi sabedoria...
e Deus deu-me problemas para resolver
Eu pedi prosperidade...
e Deus deu-me cérebro e músculos para trabalhar.
Eu pedi coragem...
e Deus deu-me obstáculos para superar.
Eu pedi amor...
e Deus deu-me pessoas com problemas para ajudar.
Eu pedi favores...
e Deus deu-me oportunidades.
"Eu não recebi nada do que pedi...
mas eu recebi tudo de que precisava".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...